A companhia aérea espanhola Iberia lançou um site de leilões de bilhetes de avião, onde o comprador pode fazer licitações a partir de um preço base. As Iberia lança site de leilão de viagens de avião onlineprimeiras ofertas são para Nova Iorque, Barcelona, Praga e Londres. As licitações começam no final do mês.

A companhia aérea espanhola Iberia lançou esta terça-feira, 19 de Maio, um site especializado na venda de bilhetes de avião através de leilões. Os voos têm um preço base, que vai subindo se houver clientes dispostos a pagar um preço mais elevado. Como em qualquer leilão, quem oferecer o valor mais elevado fica com os bilhetes.

O site subastas.iberia.com, adaptado a dispositivos móveis e 'tablets', oferece leilões de voos concretos para vários destinos, que abrem e encerram todos os dias. E já estão disponíveis as primeiras ofertas: uma viagem de ida e volta para Nova Iorque com um preço base de 258 euros, para Barcelona a 50 euros, para Praga a 47 euros e para Londres a 61 euros. A companhia adianta ainda que lançará ofertas para Paris e Roma, com preços a partir de 20 euros.

As licitações terão início no final do mês de Maio. "O licitante entra em subastas.iberia.com, uma página simples, flexível, interactiva e muito transparente para o utilizador. Lá, o utilizador insere os seus dados, cria o seu perfil e decide que mensagens quer receber da empresa. Se quer receber uma mensagem sempre que alguém cubra a licitação ou simplesmente um aviso, a dizer se ganhou ou não", explica a empresa, citada pelo espanhol El País.

Esta não é a primeira vez que a Iberia aposta na venda de bilhetes através de leilões. Em Julho de 2013, a incursão da empresa neste modelo de vendas foi considerado um fracasso, já que o sistema informático não suportou o número de visitas e acabou por ser cancelado.

A Iberia repetiu a experiência em Agosto do mesmo ano, mas os resultados ficaram aquém do esperado. Em parte porque, naquela altura, a oferta consistia em leilões invertidos, onde os preços começavam muito elevados e iam descendo a partir daquele patamar.

Fonte: Jornal de Negócios