Luggage_-_Carry-On_1Eis o que acontece quando se aborrece um astrofísico que espera uma eternidade pelo seu lugar num avião: Primeiro, vai ficar fulo durante um ano, encarando o processo como algo ineficiente que pode ser corrigido estatisticamente. Depois, passa uma tarde de sexta-feira a criar um software, diferente de qualquer um usado pelas companhais aéreas, que determinará um modelo optimizado de embarque. Finalmente, vai publicar o resultado da sua investigação no jornal do Transporte Aéreo.

Há anos que as companhias de aviação tentam acelerar o processo de embarque dos passageiros, experimentando uma série de métodos, desde sentar as pessoas por secções, até começar nas janelas para acabar nos corredores, pasando pelos lugares não marcados. É que esta é uma preocupação crescente das companhias. Um avião dá lucro apenas quando está no ar e os atrasos têm-se multiplicado com o cada vez mais crescente número de pessoas que leva bagagem de mão, fugindo assim às pesadas taxas cobradas pelas malas nos porões dos aparelhos.

Ler mais...

Unidades de cinco estrelas em Portugal aumentaram 17 por centopraia2

Os portugueses sentem a crise na pele. Mas em Portugal nem todos os negócios andam mal de finanças. A hotelaria portuguesa registou um aumento de 6,23% em Julho deste ano, face aos resultados obtidos no ano anterior.

Os hotéis de luxo com cinco estrelas cresceram quase 17%, pode lêr-se nos dados publicados pelo Hotel Monitor.

Segundo indicadores da Associação Hoteleira de Portugal (AHP) divulgados esta terça-feira, no mês de Julho os preços médios dos quartos aumentaram. A taxa de ocupação dos hotéis de cinco estrelas subiu 16,85%. Só os hotéis de duas estrelas não registaram subidas nos preços.

Ler mais...

Companhia aérea de voos de baixo custo e antigo CEO e "chairman" estão novamente em litigio,aviao_19-614685322 acusando-se mutuamente de estarem a infringir um acordo conjunto. Entretanto, o site da FastJet anuncia algo para "brevemente".

A Easyjet defende que o seu fundador, Stelios Haji-Ioannou, pretende lançar uma companhia aérea rival denominada FastJet.

Apesar de não adiantar quais os planos para essa nova empresa, a companhia de voos de baixo custo refere que o fundador, e também antigo administrador executivo e “chairman”, informou que já começou a preparar o terreno para esse lançamento.

Segundo o “Wall Street Journal”, a EasyJet alertou para a página de Internet com o nome FastJet, que apresenta a seguinte inscrição: “Por Stelios. Brevemente!”. Ainda assim, a Reuters contactou o porta-voz de Stelios, que rejeitou comentar quais os objectivos da nova empresa.

Ler mais...

Companhia enviou à concorrente lições de gestão aérea para estimular o turismo em Portugaltp_241203301-W300

A Ryanair enviou esta terça-feira à TAP lições de «Gestão de Companhias Aéreas para Totós». A companhia criou a sua base em Portugal em 2009 e, desde então, alega, tem contribuido para o aumento do turismo e emprego no país.

Prova disso, foi o aumento do tráfego em 154% o que se traduz num aumento de 1,3 milhões para 3,3 milhões de passageiros. Já a concorrente TAP não terá beneficiado o país, pois, apenas registou um aumento do tráfego de 4%, disse Daniel de Carvalho, responsável da Ryanair.

«Infelizmente a TAP continua a queixar-se das tarifas baixas e operações mais eficientes da Ryanair e claramente não está interessada em fazer crescer o número de empregos e o turismo Português», referiu o responsável em comunicado. Segundo o mesmo, as lições enviadas à TAP devem servir para a companhia acabar com as tarifas altas e fomentar o futuro do turismo português.

Ler mais...

Os destinos de luxo também podem entrar em saldo, desde que reserve com antecedência oupp_250108201-W300 aproveite as épocas mais baixas para viajar. De qualquer forma, só você sabe como dar "glamour" aos seus dias.

Calor cheira a praia, a férias e a descanso. Para os mais exigentes, o descanso vem com direito a tudo o que os seus euros merecem. Mas, em ano de crise, ainda é possível ter férias luxuosas?

O Negócios perguntou a cinco agências de viagem se é possível ter férias de qualidade a um preço reduzido. A Agência Abreu respondeu que, desde que se consiga aproveitar uma das promoções que surgem perto das partidas, é possível. "Provavelmente, não será para o destino ou para o hotel que o cliente idealizou à partida, mas se tiver alguma flexibilidade de datas e não fizer muita questão em relação ao destino, pode aproveitar preços mais baixos", diz responsável da agência.

A Netviagens e a Top Atlântico confirmam, reafirmando que se deve aproveitar as ofertas de "early booking", ou seja, de reserva antecipada. Responsável da Allways - Travel & Lifestyle acrescenta que, cada vez mais, quem marca antecipadamente tem acesso a melhores condições. Na parte aérea é ainda mais visível, porque evita alterações tarifárias, aumentos de taxas, entre outros. "Também as unidades hoteleiras dão melhores condições aos clientes que peçam reservas com quatro, cinco ou seis meses de distância. Faz toda a diferença", acrescenta.

Ler mais...