Os princípios básicos que se devem aplicar na utilização prudente dosTourist_-_Cartoon_2 cartões de pagamento em Portugal são extensíveis ao estrangeiro. É, no entanto, preciso uma atenção redobrada.

1. Não perca o seu cartão de vista
"É a regra mais sagrada", avisa Paulo Raposo, director da MasterCard em Portugal. "É 'démodé' entregar o cartão. Com os terminais [de pagamento] móveis, não há razão para perder o cartão de vista", avisa. Quando o cartão desaparece atrás de um balcão de um estabelecimento comercial é mais fácil ser alvo de clonagem.


2. Use o código em vez da assinatura
O código PIN é mais um nível de segurança que o seu cartão bancário lhe concede, diz Paulo Raposo. Por isso, em vez de carregar duas vezes no botão verde, opte sempre por inserir o código nas suas compras no estrangeiro. No entanto, isso não significa que não precisa de assinar nas costas do seu cartão: é obrigatório que o faça para vencer uma eventual disputa.

Ler mais...