A capital portuguesa vai ganhar uma nova companhia low cost este verão. Atravessar o Atlântico rumo aorp 500131301 Canadá vai ficar mais fácil para os portugueses com a chegada da companhia aérea Rouge, que a partir de 21 de junho vai começar a voar entre Lisboa e Toronto.

O objetivo da subsidiária da Air Canada é trazer mais turistas para Portugal. Em 2012, 286 mil canadianos visitaram o país, com a maioria a escolher o Algarve e Lisboa, responsáveis por 100 mil e 99 mil dormidas nesse ano, respetivamente, segundo o Turismo de Portugal.

“Lisboa é um destino popular de férias e é um excelente complemento a outros destinos europeus que a Air Canada Rouge serve com orgulho”, explica ao Dinheiro Vivo Leela Kapur, porta-voz da companhia. Os voos vão prolongar-se até final do verão, ou seja, 21 de setembro.

E além dos voos transatlânticos, a companhia também vai apostar em pacotes turísticos através da sua agência, a Air Canada Vacations. “Vamos oferecer uma grande variedade de opções: excursões em Lisboa, rotas para explorar o norte, incluindo Fátima e o Porto, e hotéis no Algarve, onde estão algumas das mais belas praias do mundo”, sublinha.

Portugal junta-se, assim, a outros destinos europeus como Espanha, Grécia e Itália, para os quais a subsidiária da Air Canada já voa.

O mercado da saudade vai ser uma fatia importante da operação portuguesa para a transportadora: vivem 450 mil portugueses no país, segundo estimativas oficiais do governo de Ottawa. “Também existe um grande mercado para pessoas que vão visitar amigos e família. Os voos diretos vão assim tornar esta viagem muito mais fácil”, afirma a responsável.

A companhia iniciou operações no ano passado, quando começou a voar com quatro aviões: dois Airbus A319 e dois Boeing 767-300ER, tendo atualmente 17.

Mas a ambição da Rouge é maior. Até ao final do ano a companhia vai aumentar em 430 o número de trabalhadores, para um total de 650, e quer adquirir mais aviões, para chegar a uma frota de 33 aparelhos.

No início deste ano, a transportadora anunciou a contratação de centenas de comissários e assistentes de bordo no Canadá. Para Portugal, as datas de contratação ainda não estão fechadas, mas deverão ser conhecidas em breve.

De baixo custo, mas com serviço premium

Mas desengane-se quem pensar que viajar numa companhia low cost significa menos conforto. A Rouge também disponibiliza um serviço premium, com lugares mais espaçosos, refeições mais elaboradas, check-in e embarque prioritário e, cereja no topo do bolo, a possibilidade de alugar um iPad durante o voo.

Além de Lisboa, a Rouge também voa para Barcelona, Veneza, Atenas, Dublin, Manchester e Edimburgo. Na América do Norte, a companhia liga Toronto e Montreal com o México, Caraíbas - incluindo Jamaica, Cuba ou República Dominicana - e os Estados Unidos, aterrando em Las Vegas ou Orlando, na Florida.

Rumo à capital portuguesa estão previstos três voos por semana: às segundas, quartas e sábados; para a maior cidade canadiana também vão sair três voos semanais de Lisboa: às terças, quintas e domingos.

A longo prazo, a companhia garante que, com o surgimento de resultados positivos, vai continuar a procurar expandir o seu investimento. “A resposta inicial está a encorajar a Rouge e para o futuro vamos continuar a procurar oportunidades para oferecer maior capacidade e destinos adicionais em Portugal”, afirma Leela Kapur.

Fonte: Dinheiro Vivo