Localização: oeste da África.
Hora local: + 3h.
Área: 56.785 km2.
Capital: Lomé.
Cidades principais: Lomé (700.000), Sokodé (51.000), Kpalimé (30.000), Lama-Kara (30.000) (1997).
Religião: crenças tradicionais 50%, cristianismo 35% (católicos 23%, outros cristãos 12%), islamismo 15% (1993).
População: 4,6 milhões (2000), sendo grupos étnicos autóctones 99,2% (principais: euês 45,4%, cabiê 23,9%, gurmas 10,5%, temnes 7,3%), europeus 0,8% (1996).
Forma de governo: República presidencialista (ditadura militar desde 1967).
Divisão Administrativa: 5 regiões subdivididas em prefeituras.
Principais partidos: Reunião do Povo Togolês (RPT); Convergência Patriótica Pananfricana (CPP), Comitê da Ação para Renovação (CAR)

Condições de segurança
Deficientes. Os cidadãos nacionais que pretendam viajar ao Togo deverão informar-se da evolução dos acontecimentos no país, dada a instabilidade e actos de violência que vão ocorrendo.

Os viajantes deverão tomar precauções efectivas e manter permanentemente um elevado grau de vigilância. A situação política é tensa, mantendo-se o risco de perturbações das ordem pública, e tem-se intensificado a criminalidade. Evitar viajar pelas estradas nacionais durante a noite (mau estado de conservação e risco de assalto). De preferência andar em grupo.

Números úteis:
Urgência(Policia): 117
Bombeiros: 118

Regime de entrada e estada
Os cidadãos portugueses necessitam de visto para entrarem no país podendo solicitá-lo à chegada, no aeroporto. Os vistos diplomáticos e de serviço são gratuitos. Não existem vistos de residência/trabalho/estudo; os interessados, depois de obterem um visto de curta duração e de expirado o prazo do mesmo, solicitam à “Sureté Nationale”, mediante apresentação do passaporte e uma autorização de residência (Carte de Séjour).

Línguas
Francês e dialectos locais.

Condições climáticas
O clima é semi-equatorial ao sul, sendo ao norte, tropical e seco.

Transportes
A capital, Lomé, dispõe de um aeroporto internacional. A rede de transportes ferroviários e rodoviários é muito precária.

Cuidados de saúde
Deverá consultar o seu médico antes de viajar, sendo aconselhável a realização de um seguro de saúde que cubra todas as despesas médicas, incluindo repatriamento explicitamente a partir do Togo.

Moeda local e Sistema Bancário
A moeda local é o franco CFA que é convertível em euros. Os cartões de crédito têm muito pouca utilização por apenas serem aceites em alguns hotéis.

Comunicações
Rede de Telecomunicações: Funcionam mas são dispendiosas.

Notas:
Não existe representação diplomática portuguesa no Togo, sendo os assuntos deste país acompanhados pela Embaixada de Portugal em Dakar.

Fonte: http://www.secomunidades.pt/